Olá queridos, hoje venho com mais uma entrevista, dessa vez com o nosso professor Carlos, que da as aulas de musicalização para bebês aqui da escola e hoje vamos falar sobre a importância dessa aula para o desenvolvimento do seu bebê, bora?

turma de muscialização para bebes

 

1. Conte sua experiência dando aula para bebês e como tem sido nesse período de pandemia

Ser pai e músico facilitou muito, as teorias sobre as fases de crescimento e evolução ficaram práticas. Hoje com a ferramenta internet o processo ficou bem interessante, os pais que tem disponível um tempo para participar das atividades de Musicalização com seus bebês criam grande vínculo com seus filhos mesmo com o professor estando a distância e esse processo tornou-se uma grande experiência. A criançada se supera a cada dia.

2. A partir de qual idade um bebê pode começar a fazer aula? 

Na escola iniciamos bebês nas aulas de Musicalização a partir de 6 meses. É um período bem recente de convívio entre o bebê e os pais e as atividades favorecem muito esse relacionamento.

3. Como funcionam as atividades dessa aula?

As aulas trazem estímulos através das músicas, experiências auditivas, visuais e físicas. Quando a criança chega cantamos músicas de acolhimento para envolver a criança ao ambiente de aula e o contexto da sua rotina. Apresentamos sons dos instrumentos, as crianças e pais criam noções de ritmo, coordenação motora e autoconhecimento através de brincadeiras e atividades psicomotoras.

4. Qual a importância de estudar música desde bebê? 

A música trabalha os dois hemisférios do cérebro, ativa os neurônios, estimula a coordenação motora, reconhecimento e reprodução dos sons.

5. Quais os ganhos cognitivos, motores e de aprendizado no geral? 

Crianças que participam de atividades de musicalização ficam mais desenvoltas socialmente, se expressam melhor, desenvolvem melhor coordenação motora, aumentam seus vínculos com os pais, desenvolvem percepção auditiva, criam noção rítmica e temporal além de receberem enorme estímulo a aquisição da linguagem. É muito bom!

6. Como é feita a aula para bebês? 

É necessário a participação dos pais ou de algum responsável pois a interação e vínculo fazem toda a diferença.

É aconselhado escolher o melhor horário para o bebê. No primeiro momento ele é recebido com músicas de acolhimento. Fazemos alongamento, o bebê fica livre para explorar os instrumentos e reconhecer o espaço.

Em seguida tocamos músicas de ação e que tenham coreografias que são na verdade exercícios psicomotores. Ao término da aula fazemos relaxamento e cantamos canções de partida assim a criança sempre sabe quando a aula termina e isso desenvolve uma rotina super importante nessa fase. As ações são inseridas conforme o desenvolvimento de cada criança e respeitando o tempo delas, lembrando que o foco das aulas é estimular as crianças em sua percepção do outro e a percepção de si mesmo e da mesma forma desenvolver o lado musical.

7. Qual a diferença entre a aula de musicalização para bebês e a aula de musicalização para crianças? 

Na aula de musicalização para bebês o estimulamos a desenvolver suas habilidades sensoriais, cognitivas, perceptivas, sociais e motoras.

Nas aulas de musicalização para crianças estimulamos as crianças a descobrir suas capacidades psicomotoras, seus instrumentos e timbres favoritos, a interação com o grupo, o trabalho solo e em equipe, suas habilidades de raciocínio, atenção e compreensão. Nessa fase seu filho pode apresentar interesse e habilidade por algum instrumento musical.

8. Na aula de musicalização para bebês eles aprendem a tocar algum instrumento? 

Os bebês tem contato com o máximo de instrumentos e experiências sonoras possíveis através de atividade lúdicas, neste momento o foco principal não é tocar um instrumento e sim estimular os bebês para que possam desenvolver habilidades que o auxiliem a tocar um instrumento musical mais para frente.

9. Por que na sua opinião todo pai/mãe deveria colocar o seu bebê na aula de musicalização? 

A aula de musicalização é uma oportunidade de conhecer melhor seu filho e assim auxilia -lo no seu desenvolvimento observando suas características e reações diante aos eventos da vida. É uma preparação para adentrar o universo musical e educacional de forma mais divertida. Contudo agrega e  potencializa a percepção, coordenação motora, socialização e a comunicação.

10. Dicas, sugestões e comentários

Procurem ouvir música com seus filhos. Balance- o no colo no ritmo da música, deem chocalhos, réplicas de instrumentos de sopro, permitam que batuquem e cantem e tenham suas próprias experiências sonoras. Não se força uma criança a nada, apenas se  cria condições  de fazer e este é um grande estímulo além de gesto de amor.

Então é isso, espero que tenham gostado das dicas do prof Carlos e de conhecer um pouco mais sobre esse curso que é muito novo ainda na área de educação musical mas que é super importante!!

Katherine Ebesui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *