Olá queridos, hoje venho com mais uma entrevista com os professores e dessa vez, foi com o prof. Diego Monteiro e ele respondeu algumas perguntas para te dar dicas de como cantar bem na igreja, bora?

banda liturgica

 

1. Conte sobre você, sua trajetória na música e na igreja.

Olá! Eu sou o Diego Monteiro. Minha história começa quando eu era bem pequeno. Meus pais contam que quando eu tinha menos de 1 anos, entramos em uma igreja e tinha um rapaz tocando timba (instrumento de percussão), e o som daquele tambor me encantou e me paralisou. Desde então não parei mais de batucar em todo canto, com talheres e panelas, até que meus pais me deram uma bateria infantil e eu comecei a fazer aulas de bateria na EMIA. Depois disso foi só crescimento. Como meu pai toca violão, ele me ensinou, e aprendi vários outros instrumentos sozinho. Aprendi também a ser afinado, mas durante muito tempo não me vi como cantor. Demorou um bom tempo, e precisei da ajuda da Kathê, fundadora da Geração M, pra me mostrar como usar minha voz

2. Qual a principal dica para quem quer cantar na igreja mas tem vergonha ou nunca fez aula?

Se na sua igreja já tem uma banda ou um ministério, vá aos ensaios, e peça para ensaiar com eles. Lá você vai aprender como uma banda funciona, vai aprender a lidar com o nervosismo de cantar na frente de outras pessoas, e eles vão te dar dicas para que você possa melhorar na afinação e na colocação da sua voz.

Com o passar do tempo, você vai estar pronto(a) para cantar sua primeira música em uma missa, culto ou show; e a partir daí é só alegria.

3. Qual a principal diferença entre cantar na igreja ou cantar em show/para amigos?

São situações completamente diferentes. Num show você quer levar as pessoas à um êxtase para fora, na igreja você quer levar as pessoas a rezar, a encontrar com Deus; é uma experiência mais interna. Então uma quer levar ao descontrole, à agitação, e outra é ao controle, à consciência.

Musicalmente isso se torna uma questão de humildade e de extrovertismo. Num show, você é o centro, e não há nada de errado com isso. Então você precisa entreter a plateia, colocar bastante energia na performance e na presença de palco.

Na igreja, você não é o foco, então seu trabalho é ser simples, discreto, e deixar Deus ser o centro.

4. O que para você é essencial a pessoa ter e/ou fazer para cantar na igreja?

Número 1: Rezar. Não adianta ter uma linda voz se você não colocar seu coração em serviço e intimidade com Deus.

Mas logo na sequência vem a capacidade musical, então pra mim o essencial é

- Tirar as músicas, e ter bastante intimidade com ela, decorar todas as melodias, as partes da música, etc.

- Ensaiar com a banda, ter intimidade musical com os membros da banda, etc.

- Aprender a deixar a música fluir de acordo com o momento de oração: às vezes vai ser necessário repetir um refrão ou voltar a música do começo, então esteja preparado para mudanças em tempo real.

5. Qual o maior aprendizado que você teve ao cantar/tocar na missa/culto? 

No palco eu sinto um orgulho imenso, e não de um jeito ruim, mas de uma alegria de poder tocar pessoas. Mas na missa, na igreja, eu sinto que há algo muito maior que eu agindo, e isso é transformador!

6. Qual o maior erro que as pessoas cometem ao cantar na igreja? 

Achar que não precisar de capacitação musical para servir na banda da igreja. Minha missão particular é fazer com que todas as igrejas do mundo tenham uma linda música. Não suporto entrar em uma missa ou um culto em que o canto está desafinado, e a banda está insegura. Por mais que haja muita boa vontade, só isso não é o bastante!

Faça uso da sua boa vontade para aprender aquele instrumento ou canto que Deus te pede hoje. A Geração M com certeza vai te ajudar nisso.

Quando o canto está afinado e a banda traz segurança, levitamos quase sem querer, e assim ficamos mais perto de Deus.

7. O que na sua opinião a igreja/comunidade pode fazer para melhorar a qualidade dos músicos?

Investir em pequenos grupos de ensaio e educação musical. Façam grupos de música, chamem um professor para dar aulas em grupo, ensaiem, procurem na internet, toquem!

Fazendo isso nos bastidores durante um tempo, logo logo estarão tocando em missas, cultos e outros eventos, e vão fazer isso agradando o coração de Deus.

8. Que dica você da para quem esta começando a cantar na igreja? 

Conheça sua voz. Aprenda como ela funciona, quais notas você alcança, como respirar adequadamente, como cantar afinado, e vá cantar com outras pessoas. Aprender um instrumento como violão ou teclado ajuda muito!!!

9. Qual preparação o cantor deve ter antes do ensaio e da missa/culto? 

Não posso enfatizar o bastante a necessidade de conhecer a música. Ensaio não é lugar de aprender música, é lugar de passar juntos e conhecer a banda musicalmente. Então aprenda todas as músicas antes de pisar no ensaio.

Além disso, antes de começar a ensaiar ou tocar, reze! Nossa vida é dom de Deus, e o dom da música também foi dado por ele, para que nós o multipliquemos. Não é por acaso que você gosta tanto de cantar. Agradeça a Ele pela oportunidade de cantar novamente, e de alegrar Seu coração.

10. Dicas, sugestões e comentários

Minha última dica é para que você cante com outras pessoas. Em tempos de isolamento é difícil, mas encontre pessoas próximas que podem tocar sempre contigo. Isso faz maravilhas para quem está começando a cantar.

Sempre aqueça sua voz, em casa ou na igreja. Cante no chuveiro, no carro, em todo lugar. Ouça muitas músicas de estilos diferentes. Aprenda a cantar as músicas que você já ama e já conhece. Não deixe sua voz escondida!

Então é isso, espero que tenham gostado das dicas do prof. Diego e que isso consiga te tornar um cantor ainda melhor para Deus e para você.

Katherine Ebesui

2 thoughts on “Dicas para cantar bem na igreja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *