Nessa última semana do ano, trago para vocês algumas dicas e ideias ajudar a avaliar e melhorar os seus estudos musicais nesse próximo ano. Bora?

menina bonita cantando com blusa verde e fundo verde ano novo
Hand photo created by wayhomestudio - www.freepik.com

1. Crie uma rotina de estudos 

Essa dica não pode faltar, já está batida, mas ela é uma das mais importantes, a prática leva a perfeição. Pode ter certeza que você vai evoluir muito mais no seu instrumento, estudando 10 min que seja todo dia, do que estudar 8 horas uma vez na semana.

Quando você cria uma rotina de estudos todos os dias, o seu corpo consegue assimilar aos poucos, a musculatura vai sendo treinada e desenvolvida de forma gradual e o cérebro tem tempo para ir processando tudo com calma ao invés tudo de uma vez só. Então nesse próximo ano, coloque como meta, estudar todos os dias o seu instrumento, mesmo que seja 10 min por dia. Faça o teste e você vai ver como o seu desenvolvimento será muito maior.

2. Defina seus objetivos

Isso é muito importante quando você vai estudar/ aprender um instrumento, definir os objetivos macro e micro, objetivos no ano, semestre e bimestre. Na Geração M, nossos professores já fazem isso com os alunos, mas se você estiver estudando sozinho, é importante que você mesmo faça.

Primeiro você deve entender e definir quais os seus objetivos com o instrumento, pretende aprender um instrumento para se profissionalizar? Por hobbie? Quer estudar sério, mas sem pretensão de trabalhar com isso? É importante você saber aonde quer chegar com o seu instrumento para definir como será o seu estudo.

Depois de definir o seu objetivo macro, por exemplo, se profissionalizar, você deve definir em quanto tempo quer atingir esse objetivo, você tem tempo e quer ir com calma? Tem um ano? Tem 3 anos? E a partir daí você verá quanto vai ter que se dedicar por dia no seu instrumento.

Depois disso é definir conteúdos e repertório, veja quais os conteúdos que você deve aprender e coloque numa ordem didática, repertório também, comece com músicas mais simples e vá complicando aos poucos. Nesse ponto, é muito importante a orientação de um professor adequado para que não surjam vícios e que o aprendizado seja completo e não falhado como vemos em muitos músicos por aí.

3. Instrumento adequado

Na escola vemos muito esse problema, principalmente com crianças, como os pais não tem certeza que eles vão realmente continuar estudando música, eles não compram o instrumento mais adequado, geralmente acabam utilizando algum que tem na família mesmo, que normalmente é muito grande para a criança ou não supre as necessidades de técnica dela, etc.

É importante que você tenha um bom instrumento para estudar, que ele esteja no tamanho exato para você, isso no caso de violão, violino, etc. Não adianta uma criança querer estudar com um violino de adulto, vai ser muito grande e desconfortável, pode causar má postura, não vai alcançar o braço todo, etc, vai acabar sendo um desserviço o violino ao estudo e aprendizado, então veja bem o tamanho do instrumento e se está adequado a você.

Outra questão que vemos é por exemplo, alunos de piano, estudando num teclado, para o início funciona bem, mas depois de um certo tempo, você vai precisar de todas as oitavas, você vai ter que treinar a questão do peso da tecla, tem a questão do tamanho da tecla também, os pedais, então não adianta ser estudante de piano sem piano rsrs certifique-se de que você tenha o instrumento real para estudar, hoje tem diversos modelos e tipos no mercado para todos os tipos de bolso, se você quer aprender esse instrumento mesmo, se organize para ter um ou aqui na Geração M, nós liberamos as salas para os alunos virem estudar fora do horário da aula, certifique-se de que sua escola tenha essa liberdade também e pode ser uma boa opção.

O importante é estar sempre conversando com o seu professor(a) ou professor(a) do seu filho, que ele vai indicar se o instrumento precisa ser trocado ou se da pra levar por mais tempo.

4. Escute música

Ouvir música é uma forma divertida e educativa também, escute mais música, veja músicos tocando/ cantando, repare na técnica, performance, harmonia, melodia, tudo. Faça uma análise das músicas e dos seus artistas preferidos, além de ser divertido e inspirador você vai aprender junto.

5. Vá a shows

Estamos na expectativa de que esse ano (2021) poderemos voltar a sair e ir em shows e consertos rsrs É muito bom ver um show ou concerto ao vivo, é inspirador, você aprende se divertindo, é realmente como uma aula.

6. Toque mais

Toda oportunidade de se apresentar é válida, nem que seja para a família ou uma roda de amigos. Tocar ao vivo para outras pessoas é muito bom para praticar, sempre vai dar algum probleminha que você vai ter que improvisar, é uma ótima oportunidade para você treinar a sua performance e presença de palco de forma mais tranquila, separe algum repertório e bora tocar em 2021 (se o covid deixar rsrs).

7. Escute músicos experientes 

É legal você conversar com músicos mais experientes e pegar algumas dicas, de como estudar, instrumentos, cursos, etc. Ouvir quem já está na área é sempre bom, então converse com alguém sobre o instrumento, ouça suas histórias, trajetória de estudos, estilo e as dicas.

mulher ouvindo musica festiva ano novo
Hand photo created by wayhomestudio - www.freepik.com

Então é isso, espero que tenham gostado das dicas para começar 2021 com o pé direito nos estudos de música, não deixe para amanhã e realize seus sonhos de estudar música logo no comecinho do ano. #vem2021

Katherine Ebesui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *