Conforme vocês pediram lá no nosso instagram @geracaom trouxemos hoje as principais diferenças entre o piano, teclado e órgão, bora?

Vamos começar com as características de cada instrumento, começando pelo piano. Temos uma outra postagem aqui no blog, que fala mais sobre a diferença entre piano e teclado, com perguntas respondidas pelo nosso prof Jonas Magalhães. Confira aqui!

Piano, derivado do italiano Fortepiano, é um instrumento de cordas percussivas, para a produção do som, cada tecla (peça de madeira), ao ser percutida, aciona um único martelo (peça de madeira recoberta por material macio, geralmente o feltro) que, então, toca nas cordas esticadas e presas numa estrutura rígida de madeira ou de metal. As cordas percutidas vibram e produzem o som, que é amplificado pela grande caixa de ressonância. Veja na foto abaixo.

No piano digital o que ele faz é imitar esse som da martelada na tecla, esse som fica gravado digitalmente na memória do instrumento. O piano comum geralmente possui 88 teclas, mas existem outros com mais, por exemplo o piano Bösendorfer 290 que possui 97 teclas.

Já o teclado, possui o mesma sistema do piano digital, ele possui em sua memória interna diversos timbres de instrumentos como piano, órgão, strings, entre outros, a quantidade de teclas costuma ser bem menor que a do piano, mas não existe um padrão, varia de acordo com o fabricante e pode ter de 49 a 88 teclas.

Existem 5 diferentes categorias de teclado, os arranjadores, os sintetizadores, os workstations, teclados controladores e o piano digital (que também pode ser considerado um teclado por ter um som produzido digitalmente), para escolher a melhor categoria de teclado para você depende do que você vai produzir com ele, repertório, entre outros.

E por último o órgão, que é um instrumento musical da família dos aerofones de teclas, tocado por meio de um ou mais manuais e uma pedaleira. O som é produzido pela passagem de ar comprimido através de tubos sonoros de diversos formatos, materiais e comprimentos.

As dimensões de um órgão podem variar, indo desde um pequeno órgão de móvel até órgãos do tamanho de casas de vários andares. Um grande-órgão moderno tem normalmente 3 ou 4 manuais de cinco oitavas cada, e uma pedaleira de duas oitavas e meia. Mas tanto se constroem órgãos de um pequeno teclado, como instrumentos enormes de vários teclados e milhares de tubos. Alguns tipos de órgãos são os órgãos barrocos, sinfônicos, romântico, entre outros.

Agora vendo as características desses três instrumento de tecla, conseguimos ver bem a diferença entre eles, já que o piano possui um sistema de cordas marteladas, enquanto o teclado, possui um som produzido digitalmente e o órgão no qual o som é produzido pela passagem de ar comprimido através de tubos sonoros de diversos tamanhos, outra grande diferença é o tamanho entre eles sendo o teclado geralmente menor, depois o piano e depois o órgão, mas claro, como vimos acima, dependendo do modelo e tipo.

Podemos abordar diversas outras diferenças como no estilo de música e repertório de cada um e as técnicas na hora de tocar, entre outros, mas para não deixar essa postagem muito longa vamos parar por aqui. Comente aqui abaixo se você quiser saber mais sobre algum desses instrumentos.

Para você qual o instrumento ideal? Espero que tenham gostado!

Katherine Ebesui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *