Na dica musical de hoje, vamos te ajudar a melhorar sua leitura de partitura. Bora?

Para ter uma leitura de partitura mais ágil é preciso memorizar as notas no pentagrama, de preferência nessas 3 próximas claves que vamos mostrar, para que sua leitura seja mais dinâmica e rápida.

Assim como quando somos pequenos treinamos a leitura e escrita do nosso idioma, na música não é diferente, pense na leitura de partitura como uma leitura que você faz em uma outra língua, portanto, quanto mais você praticar a leitura, melhor ficará nela.

O ideal para quem está começando e ainda não conseguiu decorar todas as notas é decorar algumas notas chave para facilitar a leitura. Por exemplo, na clave de sol, sempre indicamos decorar uma nota em baixo no pentagrama, uma no meio e uma em cima. Veja no exemplo abaixo.

Memorizando a princípio essas 3 notas, vai agilizar sua contagem das restantes e a partir daí você consegue ir treinando mais e logo vai ficar natural ler a partitura, tanto quanto você lê um livro ou uma postagem hoje.

A próxima clave que vamos mostrar é a clave de fá 4° linha, será feito o mesmo esquema da clave de sol, vamos memorizar 3 notas no pentagrama, uma em baixo, uma no meio e outra em cima. Veja na foto a seguir.

E em seguida, vamos ver a clave de Dó 3° linha e o mesmo esquema se repete, memorizamos uma nota me baixo, uma no meio e uma em cima.

Você pode estar se perguntando porque escolhi essas 3 claves, elas são as mais usadas na música, então sabendo essas 3 você consegue se virar bem em qualquer trabalho que tiver que fazer. Claro que a clave que você lê no seu instrumento deve ser mais trabalhada do que essas outras, por exemplo, se você toca violino, você vai utilizar a clave de sol, então seu treino de leitura nela deve ser mais aprofundado do que nas outras, agora se você toca viola, você utilizará a clave de dó 3° linha, então deve treinar mais essa leitura e assim por diante.

Então é isso, espero que tenham gostado da dica musical de hoje e que tenha ajudado a melhorar sua leitura de partitura.

Katherine Ebesui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *